domingo, 2 de outubro de 2016

DEI O CU PARA O CARRETEIRO E O AJUDANTE NO BANHEIRO DO POSTO DE GASOLINA



Como todos sabem todos os meus contos são reais e verídicos, essa é mais uma historia de um amigo que eu vou narrar em primeira pessoa. Quem mora em Recife e região e quer curtição entre em contato pelo Whats: (83)99853-4472

Fui até um posto de gasolina nas margens da BR101, na Grande Recife, cheguei mais ou menos umas 20h e já tinha alguns caminhoneiros parando de rodar, vários carreteiros procurando um banho nos postos. Parei o carro ali e desci, fui para uma lanchonete onde já tinha vários homens se alimentando. Sentei em uma mesa de canto onde podia ver tudo o que estava acontecendo.

Estava querendo leite e prestava atenção quais os homens que tinha pacotões, não sabia se iria rolar alguma coisa, estava torcendo pra que sim, até que chegaram dois homens daquele jeito. Depois fiquei sabendo que eles estavam fazendo transportando um caminhão de colchões. Encarei o pacotão dos dois e eles perceberam, quando pegaram seus lanches sentaram de cosas pra mim na mesa da frente. Eu então peguei o celular e comecei a fingir que estava falando com alguém dando pinta de que era bicha. Um deles olhou pra trás pra ter certeza das besteiras que eu estava falando e piscou o olha, com o tempo o outro se levantou e foi pegar algo no balcão, quando voltou fez questão que eu visse que ele estava com o cacete duro.

Aquela brincadeira começou a me dar água na boca, fui também no balcão da lanchonete e pedi um picolé, comecei a chupar bem gostoso olhando pra eles, eles estavam me olhando, tinha um mais safado que eu já sabia que iria rolar alguma coisa.

Resolvi então me levantar e voltar para a mesa que eu estava, mas desta vez, esbarrei num deles, fingindo que foi sem querer, pedi desculpas como uma putinha e fui saindo, olhei para porta de vidro e pude ver que um deles se levantou, então segui bem devagarinho para o banheiro, quando percebi que ele saiu da lanchonete e me viu eu entrei no banheiro. Rebolei minha bunda e ele veio como um pescador atrás de um peixão. Fisguei! 

Naquele dia eu tinha feito toda a higiene posivel, tava tudo bem limpinho pois eu queria pica mesmo. 

Quando entrei no banheiro, percebi que já não tinha mais ninguém, parei no numa area para urinas e baixei a calça e a cueca até em baixo, deixando minha bunda completamente exposta. Quando ele entrou, olhou todas as cabines, parou do meu lado e disse:

_Tá querendo pica né puta?

Gente, que voz áspera de macho safado, eu estava entregue, ele olhou para o lados e enfiou o dedo de uma só vez no meu cusinho. Ele percebeu que estava bem limpinho e completou:

_Hummm...Cheiroso, hoje é dia de cávia! Vem mama safada!



Cai de boca na pica daquele homem ali mesmo. Ele tinha mais ou menos 175m, 82kg, forte mas do trabalho pesada, apesar da humildade era um cara bem bonito. Fortão! Quando ele tirou o cacete pra fora eu enlouqueci... Era grosso, grande e muito gostoso. Gente, eu estava envolvido naquela situação. Um cabra macho, fudedor de buceta me dando a pica dele pra eu chupar e aquele banheiro onde a qualquer momento poderia chegar alguém. Eu chupei bastante, chupei dos sacos, chupei sua barriga e seus peitos. Quando ele me pediu:

_Vira ai, vou colocar uma camisinha e vou arrombar seu cu, puta!

Eu fiz tudo o que ele me mandou fazer, me segurei nas paredes sujas daquele posto de gasolina vagabundo, empinei minha bundinha. Aquele cara então falou:

_Que bunda gostosa, nem toda mulher tem!

E colocou aquele cacetão no meu cu. Eu estava indo as estrelas, Aquele macho super safado, um corpo delicioso me fudia com muito carinho. Foi muito gostoso, ele mordia meu pescoço, me dizia que eu era demais e me beijava a boca. Pena que não demorou e ele anunciou que iria gozar e gozou, foi muito bom, mas fiquei com chateado porque ele não deixou eu gozar e ficou com o pau dentro do meu cu até amolecer totalmente, quando tirou o cacete e me disse:

_Fica ai puta, agora é a vez de eu vigiar e meu amigo vir te foder!

O outro era mais coroa, tinha seus 45 anos, moreno também e um pouco barrigudo, parrudo também, forte com a vida passada. Mais uma vez fui tratado por puta. O cara tirou o pau pra fora e ordenou:

_Chupa puta!

Era um cacete enorme e normal, o que acho delicioso, não iria entrar rasgando, mas iria até o fundo. Chupei muito, muito e depois de 10 minutos. Dito e feito, mas uma vez empinei minha bunda com as mãos naquela parede até que ele enfiou de uma só vez. Eu gritava, aquele pau foi muito fundo, tava dentro mesmo de mim e eu quase não conseguia me segurar. Aquele cara me chamava de cachorra, de puta e eu gemia, gemia muito, então ele meteu a mão no meu pau, ai não teve jeito, gozei geral, gozei muitoooooo...

Ele vendo aquilo gozou também, encheu a camisinha de porra. Deu um tapa na minha cara e me mandou vestir e sair porque ele e o amigo dele precisavam tomar banho!

Gente, naquele dia dormi muito bem, todo assado e feliz por ter sido fodido por dois homens machos e gostosos. Se você quer curtir também e é da região de Recife fale comigo no whats: (83) 99853-4472

Nenhum comentário:

Postar um comentário